#Feelings: NA RUA, NA CHUVA, NA FAZENDA

by - quarta-feira, julho 15, 2015



Faz tempo que essa música não sai da minha cabeça, eu sempre me lembro das tardes na fazenda, escutando kid abelha com meu pai, e por mais que não gosto deles, o álbum deles e de Cidia e Dan eu sei de có, aliás aqueles clássicos que gosto também me vem à memória destas tardes, sem contar em todos os discos do Diante do Trono. São essas lembranças que fazem o dia ou a vida valer a pena.

Um som alto, uma fazenda e um pai para lhe falar que o Aerosmith é aquela banda da música que eu amo ou para que eu apresente a Adele e ele se encantar.

Ou ainda mais, é aquela cena em que você perde seu pai jogando flappy bird. São esses momentos que se perde quando decidi seguir em frente.

Não estou disposto

A esquecer seu rosto de vez

E acho que é tão normal

Dizem que eu sou louco

Por eu ter um gosto assim

Gostar de quem não gosta de mim

Jogue suas mãos para o céu

Agradeça se acaso tiver

Alguém que você gostaria que

Estivesse sempre com você

Na rua, na chuva, na fazenda

Ou numa casinha de sapê

You May Also Like

0 comentários