Isso não é amor, é prisão

domingo, janeiro 03, 2016
large (3)

''Eles amam as loucas, mas se casam com as outras''. Quem nunca ouviu isso? Praticamente todo mundo. É uma frase clichê, mas verdadeira. Óbvio que existem exceções, mas o que estou querendo dizer  é que a mulher independente, que sabe o que quer e que carrega em si um pouco de loucura ao assumir suas vontades e não muda por nada e nem ninguém é a que mais vai marcar a vida de um homem. Mas é com a que faz tudo por ele, é que vai levá-lo para o altar. Como se isso fosse a melhor coisa do universo.

Para a maioria dos machistas, aqueles protagonistas dos inúmeros relacionamentos abusivos que vemos por aí, mulheres independentes não são ''ideais'' para serem consideradas esposas, que é o grau mais alto de um relacionamento. Isso tudo porque elas fazem o que querem e quando querem, e não o que eles querem que ela faça. Além disso, eles não pensam nessas mulheres como aquelas que vão passar o resto da vida, porque sabem que eles não dão conta de conviver com elas. Homem tem medo desse tipo. O pior de tudo, são aquelas que se submetem a essas condições. É deprimente.

Então quer dizer que aquelas que planejam um casamento bem-sucedido, filhos e cachorros correndo pelo quintal, mas mesmo assim buscam sua independência e bem-estar não vão conseguir? Errado. Generalizar é sempre um erro. O que eu estou querendo dizer, é que muitas mulheres se escondem atras dos seus homens. Mudam de vida, de estilo, de amigos por causa deles. Largam carreira e estudo por medo deles não aceitarem se um dia elas receberem um salário maior. E vai por mim, antes mesmo de casar. Se submetem ao que elas acham que vão agradá-los esquecendo suas vontades e seus princípios.

Essas mulheres estarão com seus homens por muito tempo, conseguindo o tão sonhado ''final feliz'', mas elas não serão valorizadas. Quanto mais elas viverem para eles, mais eles vão viver para a carreira, os amigos e até, para as outras. É a lei da vida. Ninguém valoriza aquilo que se tem fácil demais.

Não deixe de ser quem você é, de ter o que deseja por causa de alguém que você ama mas não te aceita. Quem ama liberta! Se alguém está te limitando, isso não é amor, é prisão.

0 comentários:

Postar um comentário