O meu amor é meu

segunda-feira, fevereiro 15, 2016

Eu acredito no amor. Acredito fortemente no amor. Acredito naquele sentimento avassalador que transforma sua vida e te deixa sem saber o que fazer. Acredito na montanha russa de emoções, dos sorrisos sinceros ate as lágrimas derramadas por um coração partido.

Muitas vezes pensava que nunca teria um amor assim, por nunca conseguir fazer durar qualquer vestígio desse sentimento por outra pessoa. Por muito tempo achei que o problema era comigo. Que eu não conseguia gostar de ninguém. Que eu afastava as pessoas. Até que ninguém nunca poderia retribuir aos meus sentimentos. Mas eu estava errada. Eu não preciso de outra pessoa para sentir tudo isso. O meu amor é meu.

Acontece que esse amor que nos transforma eu já sinto há muito tempo: por mim mesma. A maior história do amor que eu tive, foi comigo mesma. O amor machuca. Muda os nossos pensamentos. Nos da segurança, mas as vezes nos deixa na mão. As vezes nos entristece. Nos faz querer desistir pra depois recomeçar. E eu passei por isso. Eu passo por isso todos os dias. Porque eu me amo.

O amor que sinto por mim mesma é o mais real, seguro e recíproco que eu poderia ter. E ele é tão grande que não deixa espaço pra outra pessoa tomar seu lugar. Eu já sou completa. Se alguém quiser me transbordar de amor, tudo bem. Meu coração cabe. Agora se uma pessoa quiser me dar menos do que sinto por mim mesma, essa pessoa não merece.

Amor próprio também é amor. Por um mundo onde as pessoas parem de achar que amar é ter alguém do seu lado, que muitas vezes não te ama da forma que você mereça. Por um mundo onde as pessoas comecem a se amar loucamente, e se for pra dividir com outra pessoa, que seja com alguém que te transborde. Não alguém que te diminua.

0 comentários:

Postar um comentário