Ela ama o jogo

quarta-feira, março 09, 2016


Certa vez disse que meu problema era gostar de brincar, gostar de me fazer apaixonar, sem ser natural. Às vezes o jogo é mais divertido do que ganhar a partida. Todos nós temos sonhos, todos nós lutamos para consegui-los, mas quando ganhamos, queremos outro sonho e assim sempre acontece, nunca permanecemos no mesmo lugar.

Uma música me disse que o amor é um jogo, talvez você queira jogá-lo comigo, não sei perder, pulo fora antes de terminá-lo, sabe por quê? No jogo do amor quem perde se apaixona. Talvez eu devesse me entregar mais, mas não acredito nele. Talvez eu precise amar mais horizontalmente, depois interiormente e logo depois exteriormente. A frase que me faz recuar é a mesma que une casais. 

Eu adoro bons jogadores e ela adora o jogo. Juntos somos uma dupla implacável. Eu te conquisto e te abandono. Eu te quero e te largo. Digo que te amo e fujo. Não consigo encarar o amor de frente. É como se ele não me quisesse na intensidade que eu o quero. Não sei explicar bem, o amor é um jogo e gostaria de convidá-lo a mais uma partida. Ela sempre foi apaixonada por sorrisos e eu por jogos. Gostaria de saber se faz mal ser assim.

You Might Also Like

0 comentários

Youtube

Instagram